Publicado por: Ana | Dezembro 29, 2006

É muito triste…

Chegar a esta idade e deixar-me dormir às 9 da noite com um livro na mão!
Agora já sei que não vou conseguir dormir cedo, por isso…
Is there anybody out there…?


Responses

  1. eu estou aqui:))))

    um beijinho, um bom Ano para ti:))

  2. Ui, às 2:41 estava eu na cama com o Lobo Antunes!

    O Livro, bem entendido 😉

  3. É o PDI …

    Ana

    ______0___o__o__o0_0__o_o__0
    _____0___o__o_o__0_0__o___o__0
    ____0_o___o___o__0_0___o___o__0
    ____00o0000o00o0o0_0o00o00oo0oo0
    ___o00o0o00000o000_00o0o00o0o00o0
    ___00000o000o000o0_000o000o0000o0
    ___0o00oo00o0o00o0__0000o0o0o00o00
    ___0o0o00000o00o0___000o0o0o0o0o00
    ____0o0o0000o0o0_____000o0o00o00o0
    _____0000o0000________ 00o000o000
    ______0000000___________0000000
    ________00__________________00
    _______00____________________00
    ______00______________________00
    _____00_______TIM_TIM__________00
    ____00___FELIZ 2007______ _____ ___00
    _000000________________________000000

    “Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um individuo genial.

    Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

    Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.

    Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro
    número e outra vontade de

    Acreditar que daqui para frente… tudo vai ser diferente …!”

    Carlos Drummond de Andrade

    Um 2007 repleto de coisas boas …
    São os votos da Matilde e Cª!

  4. Um ano de 2007 muito feliz. Que todos os teus objectivos sejam concretizados.
    Beijinhos

  5. A tua pergunta, “Is there anybody out there”, lembrou-me uma frase do maestro Gidon Kremer, que li num dos seus CDs e que diz assim:

    “Words irritate. Gestures mislead. Emotions dissolve. Only sounds speak a language that might be understood. If one opens the heart, would there be someone receptive enough? But who is listening? Who is able to feel it? Often I do ask myself, where does a heartbeat identical to mine exist? And the attempt of an answer is out there, on the other end of my own sound”
    (Gidon Kremer http://www.kremerata-baltica.com/biokremer.htm)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: