Publicado por: Ana | Setembro 8, 2006

Pinta-me…

Pinta-me de mil cores.
Faz do meu corpo nu a tua tela e transforma-me numa obra de arte eterna.
Toca-me com as cerdas macias dos pincéis misturando em mim mil cores e texturas, roçando ao de leve as pontas dos teus dedos num acabar perfeito do quadro que sou.
Quando terminares, olha-me.
Sou a tua sensibilidade, a tua arte, tua criação.
Sou tua.

*Foto de Bernd Mayr


Responses

  1. Ressonância poluída em prazer na cor, na tinta escorrida. A ordem repete-se, sobre a pele limpa do corpo, sem dizer nada seca.

  2. Ser invejosa não é bonito mas, confesso, tenho “inveja” dos teus posts. Quanto a imagens é lindo!
    Quanto aos textos, e aí reside o fascínio maior, dizes tanto com tão poucas palavras! É obra! É de quem tem uma capacidade de síntese excelente.
    Continua. Eu deleito-me a lê-los.
    Beijinhos

  3. E assim se faz da vida uma forma de arte!

  4. Gostava de pintar com as cores da vida e da alegria, com luz…

    EavesDropping: A paga

  5. Cheguei agora ao teu blog e devo dizer que gosto, gosto muito.
    Vou passar por cá muitas mais vezes, continua a escrever assim como quem pinta telas…

  6. Adorei o texto e a imagem. Fantástico.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: