Publicado por: Ana | Setembro 2, 2006

Acabaram-se as palavras. Ficaram apenas os gestos, numa linguagem secreta que só nós conhecemos. Dos nossos lábios apenas sai o ar que expiramos, num silvo de inexpressivo significado.
Sorrimos.
Um nevoeiro denso abate-se sobre nós e agora apenas nos adivinhamos pelos contornos.
Sem palavras.
Sem gestos.
Unimo-nos num beijo que sela a eternidade , mistura de salivas e cheiros. De corpos húmidos.
Ao longe, nada se percebe, a paisagem continua imutável.
Apenas nós sabemos que estamos ali.


Responses

  1. Ana, antes de mais as minhas desculpas por não ter respondido ao teu post no meu Blog..é que eu ainda estou a “morar” no antigo…

    Depois. este “Um nevoeiro denso abate-se sobre nós e agora apenas nos adivinhamos pelos contornos.”
    é bom, mesmo muito bom. Gostei de te encontrar.
    Bjs

    estou em:
    coisasdagaveta.blogs.sapo.pt


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: