Publicado por: Ana | Agosto 18, 2006

Já dormes quando, finalmente, me deito.
A tua respiração, compassada, mostra que tens um sono tranquilo. Olho-te sem pressas, as pestanas enormes, a boca tão bem desenhada, o cabelo que me apetece afagar. Não o faço, tenho medo que acordes e quero que descanses. Desenho no teu rosto uma carícia leve e fico ali, a ver-te dormir enquanto me deito.
Pressentes-te na cama e imediatamente o teu corpo se vem enroscar no meu ventre. Eu deixo, abraço-te então e apago a luz. Não antes sem que entreabras os olhos, vês-me ali e balbucias: ” Mamã…“.
E adormeces de novo.

Responses

  1. Lindo!
    Gostei muto!
    São momentos assim que ficam na nossa lembrança para sempre…
    E devemos sorvê-los até à ultima gota!!!!!
    Bjs

  2. Obrigada 🙂

  3. Ana, tão lindo…
    Adoro dormir com a minha filha…é uma sensação tão bonita e agradável!

    beijinhos


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: