Publicado por: Ana | Junho 10, 2006

Não digas nada.
Não me peças nada.
Deixa-me só deitar a cabeça no teu colo e fechar os olhos enquanto as lágrimas me escorrem , cara molhada de sangue enquanto me envolves nos teus braços.
Podias ser irmão, amigo, amante.
Abraça-me. Deixa-me baixar as barreiras, tornar-me indefesa e, mesmo assim, sentir-me segura.
Sem me sentir culpada , sem achar que te uso. Porque não consigo retribuir a imensidão que me dás.
Fiquemos apenas num abraço apertado, sem presente nem futuro.

Responses

  1. Apenas no momento que o instante nos oferece, sem preconceitos nem tabus, sejamos apenas nós…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: