Publicado por: Ana | Abril 17, 2006

Pequena flor delicada e branca.
Deixa que os meus dedos percorram ao de leve as tuas pétalas.
Não te magoo.
Não te estrago.
Apenas te quero sentir em toda a tua fragilidade, macia como seda debaixo dos meus dedos.
És bela na tua harmonia…
Dança, enquanto te olho e vejo como te curvas ao sabor do vento .
Erótica, flor-mulher sinuosa de encantos, impregnada de delicados perfumes que atordoam os mais desprevenidos.
Faz com que te amem antes que seques porque, como ser delicado que és, serás efémera na tua beleza.
E depois nada mais restará do que um punhado de pétalas secas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: