Publicado por: Ana | Dezembro 21, 2005

Post lamechas ou conto de Natal

As mãos pequenitas, rechonchudas, entrelaçavam nervosamente uma na outra enquanto os grandes olhos castanhos percorriam com ansiedade os rostos que a rodeavam.
_Viste a minha mãe?, perguntava baixinho. Sem resposta.
Era olhada com desdém, a roupa passajada fazia com que as pessoas se afastassem por a considerarem pedinte.
Seis ou sete anos, não mais. E as mãos continuavam a torcer e a retorcer a ansiedade, os olhos em busca de quem não aparecia.
Uma mão quente pousou-lhe no ombro enquanto uma voz conhecida lhe disse:
_Então, onde te meteste, pequenita? Já estava a ficar preocupada…
E, de súbito, todas as estrelas de todas as árvores de Natal começaram a brilhar para ela enquanto se refugiava no abraço mais quente do Mundo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: