Publicado por: Ana | Agosto 23, 2005

Why me?

“E se tu deixasses, tomava conta de ti para sempre…”
Se, a muito boa gente, este tipo de coisa alimenta o ego, a mim incomoda-me.
Eu sei tomar conta de mim, não preciso que o façam.
Detesto gente com a mania das dependências. Quando se propõem a tomar conta de nós querem, de facto, que tomemos conta deles. E,mesmo sendo giros, os meus dois filhos são mais giros e só deles eu tomo conta.
Qual é a parte da palavra NÃO que os gajos não percebem, hã?


Responses

  1. Aí Leoa…
    Deixa-te estar assim…continua a mandar em ti e nos filhotes quando eles deixam….risos..
    A propósito manda-me fotos deles…e dá-lhe beijinhos meus e já agora vai ber o meu pseudo bló…

  2. Conheço gajos que acham que não é só outra forma de dizer sim.
    Conheço gajas que acham que dizendo não, o gajo tem de adivinhar que é sim.

    Uns e umas auto-alimentam-se.
    E chateiam…

  3. Já fui, Mariluh… tá a ficar giro 🙂

    Tens razão, cbs… nada como a frontalidade.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: