Publicado por: Ana | Agosto 17, 2005

Mano a Mano IV

Vi-te, a semana passada.
Ia a caminho da praia e apareceste ao longe, à beira da estrada. Os mesmos calções,o mesmo pólo, os mesmos óculos escuros. O mesmo corpo. A mesma forma de pegar no cigarro.
Gelei, à medida que o carro se aproximava de ti; não me viste, estavas a conversar com alguém enquanto passavas os dedos pelo cabelo daquela forma que te era tão familiar. E, quando o carro passou, percebi que não eras tu…

Hoje levei-te flores. Foi a Mummy que pediu, está no Algarve com a tua mulher e os teus filhos. Achei-os bem, quando telefonaram de manhã. Sete meses depois, a vida começa a tomar contornos de normalidade em alguns momentos. Foi coincidência, ter tomado decisões tão importantes justamente no dia em que te visitei pela primeira vez. Sei que as compreenderias, mesmo tendo que magoar pessoas de quem ambos gostamos com elas. Mas é a minha forma de levar a Vida em frente. Já que tu não o pudeste fazer.


Responses

  1. Beijinhos…

  2. Gosto de ti,miúda.

  3. Gostas? Então manda-me um mail a contar essas novidades…

  4. Há muito tempo que não vinha a tua casa… e deparo-me com este texto que me tocou profundamente! Um beijinho, homónima!

  5. Beijos pa tu tb 🙂


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: