Publicado por: Ana | Agosto 2, 2005

No escurinho do cinema

As luzes apagam-se no momento em que nos sentamos e a escuridão invade a sala. Encosto-me deforma a que a minha cabeça fique pousada no teu ombro e, instintivamente, damos as mãos, que permanecem unidas durante todo o filme.
Fecho os olhos por alguns segundos e apenas sinto o teu cheiro, ali ao meu lado, enquanto devagar me acaricias a mão.
Olhamo-nos nos olhos e, com um sorriso de cumplicidade, trocamos um beijo suave em que apenas os nossos lábios se tocam.
Volto a poisar a cabeça no teu ombro enquanto estreitas a distância dos nossos corpos e, juntos, mergulhamos num filme a dois.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: