Publicado por: Ana | Novembro 20, 2004

Sol de frio

Gosto de dias assim.

Muito sol, sem ponta de vento ou nuvens no céu e, no entanto, o ar é gelado.

Nestes dias, visto um bom agasalho, pego nuns óculos de sol , saio para a rua e ando sem destino.

O frio agudiza-me o raciocínio e toda aquela luminosidade aclara-me as ideias.

Saí de manhã cedo e fui tomar o pequeno almoço numa esplanada protegida à beira rio, com a companhia do Miguel Sousa Tavares. Não em pessoa, claro … Levei o livro novo dele, para viajar um bocadinho. Mas nem o abri. Entre duas dentadas na torrada e um golo de galão, fechei os olhos e viajei dentro de mim, ao sabor do sol que me aquecia e do acaso a que o meu pensamento me levava. Quando abri os olhos o livro continuava onde o tinha deixado, com a contra capa virada para cima. A primeira coisa que li foi” Mas há momentos mágicos que suspendem o tempo e o mundo, como o deste crepúsculo. Como no Out of Africa, quando Meryl Streep diz para Robert Redford: Tudo o que disseres agora, eu acredito.”

Deitei a cabeça para trás e ri-me baixinho…


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: