Publicado por: Ana | Setembro 12, 2004

A minha amiga L.

A L. é uma daquelas pessoas a quem chamo amiga. Fomos colegas de escola , de adolescência, de secredos, de cumplicidades. Estudámos na mesma altura em Lisboa, mas depois as circunstâncias da vida fizeram com que eu voltasse para esta parvalheira-fim-de-mundo e ela ficasse por lá.
Tem o péssimo hábito de estar meses sem aparecer, sem dizer nada e depois, às horas mais incríveis, liga como se tivesse saído de minha casa na véspera. Mas não faz mal, que eu faço o mesmo com ela. Podemos estar muito tempo sem nos falarmos, mas retomamos a conversa como se fosse diária.As amigas são assim.

Mas adiante: A L. tem uma brilhante carreira, ao contrário da sua vida sentimental que, de brilhante, não tem nada. Relações começadas, acabadas e reatadas ou esquecidas fazem parte do seu dia a dia com uma calma impressionante. E vai mudando de tipo de homem de forma assaz interessante, com algumas avis raras pelo meio.

O último tinha todo o tipo de lhe ter batido à porta para fazer a contagem da luz. Mas parece que não, que se conheceram num bar qualquer com jazz pelo meio. Quando me perguntou o que eu achava dele ( pergunta sempre) eu, cuidadosa, respondi: Ó pá, ele tem uns olhos giros e isso, mas sobre o que é que vocês conversam? Mas vi o ar desapontado dela e calei-me. Não se deve nunca contrariar uma mulher apaixonada.

Esta noite ,tinha eu acabado de me deitar, toca o telemóvel. Duas da manhã. Ok, ou é desgraça ou é a L, pensei. Não é impossível seram as duas coisas num telefonema só, note-se.

Era ela: Acabei tudo! Isto assim não pode continuar, estou a bater no fundo, é impossível ter caído tão baixo.
_Ó Rapariga, mas acabaste porquê? O que é que aconteceu?
_Sou uma estúpida, uma parva, não tenho juízo nenhum. Mas eu andava carente e ele parecia-me tão diferente, tão interessante…
_Tá bem, mas conta lá porque é que acabaste.
(pausa)
_ Olha que eu só te conto porque sei que me conheces bem e me vais perceber….
_Pois conheço. Vá, desembucha e depressinha.
(nova pausa)
_Foi assim: Nós estávamos na cama e as coisas estavam a correr muito bem e, quando eu estava quase lá, tu sabes o que ele me disse?
_ O que foi?
_Vamos-se vir os dois ao mesmo tempo…
_ “Vamos-se”?
_ Assim mesmo! Vamos-se!!
_ E o que é que tu fizeste?
_ Então, que querias que eu fizesse? Saltei da cama, vesti a roupa e vim-me embora. Vamos-se??? Sou mesmo idiota, eu….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: