Publicado por: Ana | Setembro 2, 2004

Outonos

Queria passear nesta alameda com passos lentos, para que os meus pés se fundissem com as folhas caídas no chão. Assumia as cores deste Outono, cores fortes para sentimentos proscritos. De vez em quando um tronco forte, de raízes presas à terra, servir-me-ia de apoio na volatilidade dos meus passos. Caminhada etérea para um destino incerto, semeado de brisas que levantariam as folhas mais pequenas e leves. Como os sentimentos. Que os mais profundos ficariam enterrados no caminho que leva à incerteza.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: