Publicado por: Ana | Agosto 17, 2004

Verão? Que Verão?

Image Hosted by ImageShack.us
A chuva não pára, dia após dia vem visitar-nos, ora em bátegas violentas ou de mansinho, entrando sem pedir licença no nosso Verão.
Como já não estou de férias, sinto-me bem a trabalhar com estas temperaturas, chegando até a imaginar que estou num qualquer clima tropical. Sou egoísta, eu sei.
Mas ontem ( ou já hoje), por volta das duas da manhã, não conseguia dormir.
Abri a varanda e fui e respirei o ar da noite, fresco. A chuva, essa, caía tão silenciosamente que se eu não a visse, em contraste com a luz dos candeeiros da rua, não me teria apercebido dela.
O silêncio era total. Ou quase. Ao longe, uma cigarra cantava, lembrando-me que era Verão. Cantava para a chuva, que eu sei.
Sentei-me até que a humidade que pairava no ar me deixasse arrepiada, respirando o cheiro da terra molhada.
E assim que me deitei, adormeci.
Porque há momentos que são perfeitos e nos deixam em Paz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: